Artigos

Liderança na era digital: Regente de Orquestra ou Poderoso Chefão?

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 23/01/2020
10 min de leitura
Liderança na era digital: Regente de Orquestra ou Poderoso Chefão?
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A era digital vem reescrevendo a vida empresarial de forma exponencial.

Mudou o espaço de trabalho, mudaram as relações trabalhistas. Mudaram os conceitos de resultado, mudou a forma de educar e aprender.

Mudou a forma de liderar!

Que tipo de liderança você quer pra sua empresa?

Como falamos anteriormente o sucesso nas empresas depende e muito do comportamento humano, das equipes de inovação. Com isso, o papel dos líderes, seja ele líder natural ou hierárquico (supervisor, gerente, diretor, CEO) vai influenciar diretamente o desempenho dos coordenados.

A pessoa que está à frente de uma equipe não tem mais somente o papel de gestor que determina o que deve ser feito e cobra resultados em determinado prazo; que se preocupa com cumprimento de horários, que dirige e comanda de acordo com suas próprias decisões. Os modelos tradicionais de hierarquia vertical vêm sendo substituídos por estruturas horizontais.

O novo líder é hoje alguém que inspira, que facilita, não só delega, mas também implementa mudanças através de novas competências que ele mesmo tem que desenvolver para poder orientar essas equipes.

Essa mutação constante nas empresas exige respostas imediatas, é preciso se mobilizar para novos propósitos de vida e de trabalho. A liderança tem o dever de estimular criatividade e produtividade.

Mas de que forma fazer isso?

O novo líder não precisa conhecer tudo, mas tem que estar disposto a aprender e reconhecer seus limites por isso é tão importante trabalhar em equipes com pessoas de diferentes setores. Isso facilita o aprendizado para todos. Prever as mudanças e preparar as pessoas para enfrenta-las é o grande diferencial.

O líder deve influenciar pelo EXEMPLO. Para isso é essencial que conheça cada colaborador, quais as suas expectativas e necessidades, essas atitudes levam a uma gestão mais humanizada, empática e participativa.

Essas iniciativas estimulam talentos e mobilizam as pessoas para resultados. Equipes que não dependem diretamente do líder, que são autogeridas, livres para pensar e criar. Em contrapartida, muda também as formas de analisar os desempenhos e recompensá-los.

Fará a diferença quem conseguir mobilizar as pessoas para novos propósitos, sendo atuante de forma eficaz, coerente com o que diz e faz e não como expectador.

O setor de Recursos Humanos tem papel essencial nessa busca de novos profissionais. E aqui na Central de Vagas, com certeza vai encontrar candidatos que farão a diferença em suas equipes.

Seja parceiro da Central de Vagas, aperfeiçoe o processo de recrutamento e ganhe tempo.

Gostou da informação? Compartilhe nos grupos que participa.

Tem alguma dúvida? Nós te ajudaremos, envie uma mensagem no Whatsapp (49) 9.9817-3953 ou encaminhe um e-mail para: contato@centraldevagas.com

Deixe sua opinião nos comentários do post. 

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One Reply to “Liderança na era digital: Regente de Orquestra ou Poderoso Chefão?”

SEO Reseller Program

Awesome post! Keep up the great work! 🙂