Artigos

Mãe Trabalhadora

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 08/05/2020
Mãe Trabalhadora
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Infelizmente as leis brasileiras não facilitam que as mulheres possam se realizar tanto na vida pessoal como na vida profissional. Historicamente a mulher precisa fazer escolhas entre a carreira e ser “dona de casa”, ou ainda enfrentar a dupla jornada sem qualquer tipo de apoio ou reconhecimento.

A complexidade da vida moderna gera ainda mais conflitos entre trabalho e maternidade. É comum as mulheres sofrerem com o dilema entre ser mães ou investir na carreira profissional.

Mesmo a mulher estando no mercado de trabalho já há algum tempo, ainda há muitos preconceitos a serem vencidos, muita coisa pra mudar, incluindo a equiparação salarial.

São poucos os horários de descanso na tentativa de manter a rotina e conciliar a vida profissional, de mãe, de esposa e os desejos pessoais (estudos, beleza, lazer).

Para manter o lar, muitas mulheres precisam investir economicamente nele, só que isso significa ficar longas horas fora de casa e longe dos filhos.

Conciliar o papel de mãe e trabalhadora, sem detrimento de nenhum, gera muitos conflitos emocionais nas mulheres.

É comum as mulheres relatarem ter passado por situações desagradáveis no trabalho quando se trata de sair para consultas dos filhos ou reuniões na escola.

O fato é que os filhos precisam das mães.

Neste caso é comum muitas mulheres deixarem o mercado de trabalho para cuidar dos filhos, porém isso significa redução da economia familiar.

Muitas empresas percebem as necessidades das colaboradoras e estão inovando e investindo em programas internos. Entre alguns exemplos podemos citar: creches, horários diferenciados de trabalho ou mais flexíveis, grupos de apoio psicológico, orientações sobre saúde e cuidados com as crianças, treinamentos e incentivo à carreira sem prejudicar a maternidade, além de contar com política de licença maternidade de 180 dias (empresa cidadã, com benefícios fiscais).

Tudo isso faz parte da cultura organizacional aliado à qualidade de vida dos funcionários.

Com boa vontade de ambas as partes, é possível encontrar um equilíbrio entre empresas e a maternidade das colaboradoras. Assim todos ganham.

A Equipe da Central de Vagas deseja um feliz dia da mães a todas as mulheres guerreiras.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *