Artigos

Manual da Empresa

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 04/08/2020
Manual da Empresa
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quem é um “pouquinho” mais velho deve lembrar que quando a gente entrava numa empresa para trabalhar, no momento do treinamento de integração, todo novo colaborador ganhava um Manual, onde estava descrito as normas da empresa e tudo o que ele precisaria de básico pra começar a trabalhar.

Hoje já não se faz mais isso, aliás têm empresas que não fazem nem integração do novo funcionário.

Não que isso seja uma regra, mas para quem começava, era significativo. Era o momento de ser “acolhido” e ver as “cartas na mesa” facilitava esse momento que de tensão e ansiedade.

É claro que podemos inovar e fazer esse “manual” de forma online, com milhões de sugestões de formato ou nem fazer, porém sabemos o quanto é importante ser inserido na política e cultura da empresa.

Várias pessoas perdem um emprego por problemas de comportamento. E aí eu te pergunto, como o colaborador vai saber dessas regras se não passar por uma integração? Se não houver um “manual” onde esteja descrito o que se espera em termos de comportamento?

E o que fica ainda mais difícil, sabe aquelas “regras implícitas”? O famoso “sempre foi assim”? São essas normas implícitas que muitas vezes prejudicam o relacionamento interpessoal e até mesmo o desenvolvimento de um bom trabalho.

Por isso reveja as regras da sua empresa, reveja o que você enquanto líder espera do colaborador.

Para que uma organização alcance sucesso, os líderes precisam incentivar hábitos que propiciem um ambiente tranquilo e facilitem o desenvolvimento das atividades.

Comunicação clara, precisa e objetiva.

Você só tem a ganhar com isso.

E se for preciso, tire o pó do velho manual e coloque-o em prática. Só não esqueça de revisar.

Tem alguma dúvida? Nós te ajudaremos, envie uma mensagem no WhatsApp (49) 9.9817-3953 ou encaminhe um e-mail para: contato@centraldevagas.com

Deixe sua opinião nos comentários do post.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *