Artigos

Nós também vamos falar sobre Racismo

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 21/07/2020
Nós também vamos falar sobre Racismo
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Agora está na moda, todo mundo fala sobre racismo, então já que muitos pensam assim, também nós vamos falar sobre isso. Nós também queremos “estar na moda”.

Mas vamos falar não por que é o assunto do momento, mas por que essa pode ser mais uma oportunidade para conscientizar as pessoas e nos fazer pensar a respeito.

Vamos a um questionamento simples, quantos negros você conhece que ocupam cargos de liderança em empresas, cargos de gerência ou de diretoria?

Difícil de responder né? Então vamos inverter, quanto negros você conhece que trabalham como garçons ou nos setores de limpeza e conservação?

Ficou mais fácil, com certeza. E também fica mais fácil de ver a discriminação.

Em faculdades de renome, aquelas famosas na sua região, tem negros estudando (ocupando cotas)? Poucos. Agora verifique no perfil das EADS ou faculdades “menos famosas”.

Falar sobre racismo não está na moda, porque infelizmente o racismo faz parte do nosso dia-a-dia, nós é que não fazemos o “teste do pescoço” (olhar para os lados nos ambientes que frequentamos). No momento em que começarmos a fazer esse teste, talvez nos conscientizemos que essa diferença é cultural e muito antiga.

Quantos Georges Floyds ainda precisarão morrer de forma brutal? Lá nos Estados Unidos os protestos foram enormes, nem mesmo a pandemia do Covid-19 conseguiu conter a multidão indignada.

E no Brasil, quantos crimes raciais que ficam sem solução, que fazem parte apenas das estatísticas?!

O Brasil é composto de 55% de pessoas negras e pardas, mais da metade da população. E ainda assim o racismo segue deixando seu rastro de tristezas, injustiças e indignações.

O RH das empresas está diretamente ligado a essa questão. É preciso refletir as formas de contratação. Se você contrata negros, eles conseguem ter um plano de carreira? O que é feito para reter esses bons profissionais negros? Quando você abre um recrutamento, negros se candidatam?

São reflexões que não fazemos diariamente, mas que talvez devessem fazer parte da nossa rotina, para nos tirar do meio dessa grande massa que está  discriminando uma pessoa apenas porque o tom da pele dela difere das outras.

Tem alguma dúvida? Nós te ajudaremos, envie uma mensagem no WhatsApp (49) 9.9817-3953 ou encaminhe um e-mail para: contato@centraldevagas.com

Deixe sua opinião nos comentários do post.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *