Artigos

O “monstro” da procrastinação

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 16/06/2020
O “monstro” da procrastinação
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Procrastinar: transferir para outro dia ou deixar para depois.

Não há problema algum em transferir para outra hora algo que poderíamos fazer agora, porém se na hora programada você adiar novamente a tarefa, e de novo e de novo e não se dedicar em executar, aí sim teremos a famosa procrastinação em ação.

É claro que todo mundo passa por isso em algum momento da vida, mesmo porquê existem tarefas que são consideradas “chatas” das quais todos fugiriam se fosse possível. Dificilmente alguém irá deixar para depois uma coisa prazerosa.

Procrastinar é considerado um hábito muito perigoso, o qual pode resultar em stress, sensação de culpa e perda de produtividade.

O arrependimento nem sempre tem força suficiente para servir de alavanca para mudança de hábito. Dependendo da intensidade pode ser considerado como um sinal de depressão, um sintoma de transtorno psicológico, onde o lado irracional vence a batalha.

Então se você se considera um procrastinador tente mudar o mais rápido possível. Assim como qualquer vício, com a procrastinação não é diferente. Depende unicamente de você e não há fórmula mágica.

Veja algumas dicas que podem ajudar:                                                                                    

    • Tire a função “soneca” do seu despertador. Tocou, levante!

    • Quando uma tarefa for muito difícil ou extensa, peça ajuda.

    • Tente ser menos perfeccionista, pois isso atrasa suas tarefas.

    • Remova distrações como redes sociais, por exemplo.

    • Faça uma coisa de cada vez.

    • Faça lista de prioridades e procure se concentrar nela.

    • Coloque em prática estas dicas!

Entenda que nem sempre a procrastinação é sinal de negligência, na verdade é considerado um comportamento normal. No entanto quando se torna agravada ao ponto de prejudicar sua rotina pessoal e profissional, uma luz vermelha de alerta se acende.

Acredite: ignorar uma tarefa não fará ela desaparecer. Você está apenas enganando a si mesmo.

Podem existir diversas causas, no entanto tomar consciência das mesmas e criar estratégias para evitar utilizá-las podem ser o ponta pé inicial para fazer com que você aprenda a lidar com situações mais difíceis.

Não esqueça que é através do autoconhecimento que você poderá se livrar desse hábito prejudicial e de todo stress que o acompanha.

Tem alguma dúvida? Nós te ajudaremos, envie uma mensagem no Whatsapp (49) 9.9817-3953 ou encaminhe um e-mail para: contato@centraldevagas.com

Deixe sua opinião nos comentários do post.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *