Artigos

Tenho um funcionário com sintomas de covid-19, e agora?

Melissa Almeida
Escrito por Melissa Almeida em 29/09/2020
Tenho um funcionário com sintomas de covid-19, e agora?
Junte-se a mais de 200 empresas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Não há como se omitir, a empresa tem que estar muito atenta a qualquer sinal ou sintoma do coronavírus em membros da sua equipe.

De acordo com a Lei 13.979/2020, se ocorrer um caso de covid-19 na empresa, o empregador deve imediatamente entrar em contato com as autoridades da saúde da sua região e colocar em prática o protocolo que prevê: exames obrigatórios, quarentena e isolamento social.

Para evitar que isso aconteça, ressalta-se atenção aos cuidados básicos de limpeza e higiene do local de trabalho, distribuição de álcool em gel, máscaras e respeito ao distanciamento.

A vulnerabilidade do trabalhador pode comprometer a empresa, caso o mesmo venha a se contaminar com o covid-19.

Portanto, observar seus funcionários e orientá-los quanto aos meios de precaução, é a posição mais adequada.

Ao perceber algum dos sintomas (febre, tosse seca, falta de ar, etc.), encaminhe o colaborador para os serviços de saúde. Cuidado também com trabalhadores do grupo de risco.

Para esclarecer dúvidas, procure as autoridades sanitárias da sua cidade.

Quem tiver contato com algum suspeito, deve ser enviado para casa para cumprir com isolamento.

Nos casos mais leves, em que o trabalhador precisar se afastar pelo período de 15 dias, receberá seu salário normalmente. Acima desse período, casos mais graves, automaticamente entram em auxílio doença.

Muito se discute sobre as questões trabalhistas trazidas pela pandemia.

Fato é que as relações de trabalho e regras das empresas causam muitas dúvidas e incertezas do ponto de vista de ações imediatas. O setor de Recursos Humanos, além de todos os cuidados relativos à prevenção da doença, precisa atentar sobre as verdades e mentiras nos temas trabalhistas legais relativos ao Covid-19.

É relevante salientar que, por mais que tomemos todas as medidas necessárias, ainda pode acontecer o contágio por motivos diversos e alheios a nossa vontade, porém isso não desobriga a empresa de cuidar de seus funcionários.

Tem alguma dúvida? Nós te ajudaremos, envie uma mensagem no WhatsApp (49) 9.9817-3953 ou encaminhe um e-mail para: contato@centraldevagas.com

Deixe sua opinião nos comentários do post.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *